Categoria: Perguntas de vestibular

A literatura na FUVEST

Prontos para mais uma imersão literária?

Conforme expliquei na semana passada, se dar bem na prova de literatura de qualquer universidade depende de 3 informações básicas:

Texto + Autor + Contexto

Se você não leu nosso “pequeno” guia de literatura para vestibulares, veja aqui a parte 1 e a parte 2.

Hoje vamos ver como a literatura cai na FUVEST um dos maiores e mais concorridos vestibulares do Brasil que seleciona para a USP e algumas outras universidades de SP.

No edital do ano passado a lista de temas de literatura ficou assim:

Literatura Brasileira:
a) Barroco: Gregório de Matos (Poesia satírica e poesia lírico-amorosa).
b) Arcadismo: Cláudio Manuel da Costa (Sonetos); Tomás Antônio Gonzaga (Marília de Dirceu).
c) Romantismo: Gonçalves Dias (Poesias); Álvares de Azevedo (Noite na taverna, Lira dos vinte anos); Castro Alves (Espumas flutuantes, Os escravos); José de Alencar (Iracema, O guarani, Senhora); Manuel Antônio de Almeida (Memórias de um sargento de Milícias).
d) Realismo – Naturalismo: Machado de Assis (Memórias póstumas de Brás Cubas, Quincas Borba, Dom Casmurro, Papéis avulsos, Histórias sem data); Aluísio Azevedo (O cortiço); Raul Pompéia (O Ateneu).
e) Parnasianismo – Simbolismo: Raimundo Correia (Sinfonias); Cruz e Souza (Broquéis, Últimos sonetos).
f) Pré-modernismo e Modernismo: Lima Barreto (Triste fim de Policarpo Quaresma); Mário de Andrade (Lira paulistana, Amar, verbo intransitivo, Macunaíma, Contos novos); Oswald de Andrade (Poesias reunidas, Memórias sentimentais de João Miramar); Alcântara Machado (Brás, Bexiga e Barra Funda); Manuel Bandeira (Estrela da vida inteira).
g) Tendências contemporâneas: 1- Prosa: José Lins do Rego (Fogo morto); Graciliano Ramos (São Bernardo, Vidas secas); João Guimarães Rosa (Sagarana, Primeiras estórias, Manuelzão e Miguilim); Jorge Amado (Capitães de areia); Clarice Lispector (Perto do coração selvagem, A legião estrangeira, A hora da estrela); Pedro Nava (Balão cativo); Rubem Braga (Crônicas – Contos); Dalton Trevisan (Cemitério de elefantes); Rubem Fonseca (Feliz ano novo).
2- Poesia: Carlos Drummond de Andrade (Alguma poesia, A rosa do povo, Claro enigma); João Cabral de Melo Neto (Morte e vida severina, A educação pela pedra); Ferreira Gullar (Toda poesia).
Literatura Portuguesa:
a) Trovadorismo: (Cantigas de amigo e Cantigas de amor).
b) Humanismo: Gil Vicente (Farsa de Inês Pereira, Auto da barca do inferno).
c) Classicismo: Camões (Poesia lírica: sonetos; poesia épica: episódios do Concílio dos deuses (I, 20-41), de Inês de Castro (III, 118-135), do Velho do Restelo (IV, 90-104) e do Gigante Adamastor (V, 37-60), de Os Lusíadas).
d) Barroco: Padre Antônio Vieira (Sermão da sexagésima, Sermão da quarta-feira de cinzas).
e) Arcadismo: Bocage (Sonetos).
f) Romantismo: Almeida Garrett (Viagens na minha terra); Alexandre Herculano (Eurico, o presbítero); Camilo Castelo Branco (Amor de perdição).
g) Realismo: Eça de Queirós (A cidade e as serras, O primo Basílio, A ilustre casa de Ramires, Os Maias).
h) Simbolismo: Camilo Pessanha (Clepsidra).
i) Orpheu: Mário de Sá Carneiro (poesia: Dispersão e Indícios de Oiro); Fernando Pessoa (Poesia ortônima e heterônima).
j) Modernismo: Miguel Torga (Os contos da montanha); Vergílio Ferreira (Aparição); José Saramago (Memorial do convento); Agustina Bessa-Luís (A Sibila).
Fonte: http://www.fuvest.br/vest2012/manual/fuv2012.manual.pdf

Basicamente o que a FUVEST faz é uma lista de escolas literárias, autores e suas principais obras. Precisa ler tudo? Claro que não. O que precisa sim é conhecer muito bem as características de cada movimento literário, o contexto político-social e ter uma noção do estilo dos autores citados.

Agora, importante mesmo é conhecer a fundo textos e autores da lista obrigatória. Para 2013 a lista unificada da Fuvest/Unicamp ficou assim:

Viagens na minha terra – Almeida Garrett;
Til – José de Alencar;
Memórias de um sargento de milícias – Manuel Antônio de Almeida;
Memórias póstumas de Brás Cubas – Machado de Assis;
O cortiço – Aluísio Azevedo;
A cidade e as serras – Eça de Queirós;
Vidas secas – Graciliano Ramos;
Capitães da areia – Jorge Amado;
Sentimento do mundo – Carlos Drummond de Andrade.

Sim! TU-DI-NHO, gatinho!!!

 

Amanhã analisarei as perguntas de literatura do ano passado e vamos entender como a FUVEST cobra esse conhecimento.

Bons estudos!

Por Sabrina Simons Ribeiro


Leitura obrigatória: prazer ou martírio? (parte 2)

Estamos de volta para a segunda parte desta jornada!

Se você não leu o começo das dicas para estudar literatura no vestibular, clique aqui.

Ok, eu juro que tentei escrever um texto pequeno sobre o assunto, mas o estudo da literatura é cheio de truques e eu não queria esconder nada de vocês, então tive que dividir em duas partes.

As dicas 1, 2 e 3 falaram de como conseguir e organizar os livros, vamos às outras dicas:


Leitura obrigatória: prazer ou martírio? (parte 1)

Eu sou bem suspeita para falar sobre leitura, sou quase uma traça de livros desde pequena, mas se você quer fazer uma universidade aceite este fato universal: PRA FAZER QUALQUER UNIVERSIDADE TEM QUE LER MUITO!


Atualidades: G1 realiza chat sobre o resultado do PIB hoje

Atenção! Este tema seeeeempre cai em provas de vestibular e quanto mais informação você tiver sobre o assunto melhor será seu desempenho. Provas como FUVEST e Unicamp com 2ª fase dissertativas pedem uma maior compreensão e análise de temas como o PIB brasileiro. Não perca a oportunidade, o Economista Celso Toledo responderá às perguntas dos internautas no site do G1.


Lista de livros da Fuvest e Unicamp ficou mais ‘complexa’, diz professor

Quatro obras foram substituídas para o vestibular do final do ano.
Veja a análise do especialista sobre os novos livros que serão exigidor.


Como calcular porcentagem

Professores de matemática ensinam maneiras simples de fazer a conta. Cálculo ajuda a saber aumentos de salários, descontos em promoções etc perguntas típicas de vestibular.


Fuvest e Unicamp divulgam leituras obrigatórias para o vestibular 2013

Para o próximo processo seletivo, serão exigidos nove livros. Houve quatro alterações em relação ao vestibular 2012 das instituições.


Aprenda mais sobre Gil Vicente

Autor é ligado ao humanismo. Veja aula de literatura em vídeo.


Atualidades: COP17 – Conferência do Clima

Atenção vestibulandos, tema recorrente nas ultimas provas e que não vai sair tão cedo dos vestibulares. Mudanças climáticas causadas pela emissão de gases que provocam o Efeito Estufa. Tema bacanudo para Biologia, Geografia, Física e química!


Segunda fase do vestibular da Direito GV começa nesta segunda-feira

Exame oral vai ser aplicado até a sexta-feira (16) para 250 candidatos. Prova acontece em grupos de dez em horários agendados individualmente.